segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Feliz Ano Novo

recados para orkut




Que o Vosso ano seja repleto de todas as coisas boas daquelas que se desejam por todos e a todos e apesar de eu estar doentinha, dor de garganta que deve ser a paga por dizer tantas coisas, vou beber um pouquinho de Champagne.


Não vou comer passas este ano, até porque não gosto e depois porque me perco sempre a comer as passas e a pedir os desejos. Às tantas já estou a enfiar as passas todas na boca e a pensar nos desejos bem depressa para ir a correr ver os fogos de artifício que vejo da minha casita. Também não comprei passas porque não justifica comprar um saquito de passas, comer 24 e o resto fica guardado o resto do ano até que alguém pega nesse pobre coitado do saco e o manda para o lixo. Não vale a pena.


O Champagne que bebo é daqueles mesmo de "gaja", tem que ser docinho senão não bebo e comprei este ano porque lá encontrei umas garrafinhas pequeninas, senão não comprava...


Em relação a roupa nova, desisti. Já deixei de usar no dia de ano novo ou de na passagem de ano ir a correr para a casa de banho vestir umas cuequitas de cores(amarela, azul, branca...), até porque a própria imagem é decadente...
Desculpem mas devo ter carregado numa tecla qualquer e isto está a sair-me assim...


Pois é, isto com a idade muda tudo. Tornamo-nos nuns descrentes, mas muito mais felizes e com mais tempo para dançar e exorcisar o velho ano e receber o novo de braços abertos. Sim, porque se forem de braços fechados e a dormir dá na mesma, dia 1de Janeiro é Ano Novo, quer queiramos ou não.


Não ligo muito a esta data, dou mais importância ao Natal do que a este dia.
Tenho que terminar esta minha exposição deprimente porque tenho o leite condensado já cozido e prometi ao meu reguila que lhe fazia "baba de camelo" e ainda estou para aqui a mandar "patacoadas".



Um Bom Ano para todos com muita, muita, muita, muita saúde porque o resto vem por arrasto.

Desculpem a "gritaria", mas não tenho mais tempo para desfazer isto, beijokinhas

domingo, 30 de dezembro de 2007

Irritada!



O que me deixa extremamente irritada é o facto de eu perguntar algo a alguém e pura e simplesmente não obter resposta!
Isso deixa-me irritada. Pois se eu não quisesse que me respondessem, não perguntava, certo?
Quando me fazem isso eu costumo rematar com esta: "Não é preciso responderes, assim é mais giro!"

Fico mesmo "Pissed Off" da minha vida!
É isso e ver que as pessoas estão a fazer alguma burrice, dar a minha opinião que não deve servir de nada pois elas não me ouvem e continuam a fazer a burrice e só em última instância optam por aquilo que digo. Claro está, não vou dizer a célebre frase: " Eu disse-te!", mas fico "pissed off"...

Estou a optar pelo estrangeirismo porque não quero dizer asneiras aqui. Nem aqui e nem em lugar nenhum. Simplesmente optei por não as dizer. Penso que existem outras formas de exprimir o que nos vai na alma. Não quero com isto dizer que não digo asneiras, claro que digo, às vezes saem-me.

Mas voltando à "vaca fria". Acho uma tremenda falta de respeito quando alguém pergunta algo, por mais trivial que seja, o outro não responde. Exemplo: O que procuras nessa gaveta? Posso ajudar? E simplesmente só se ouvem os passarinhos a cantar na rua ou os carros a passarem... Até que viro as costas e vou à minha vidinha que sempre é mais agradável do que aturar estas coisas...

Pronto, já tá!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Xmas Parte2



Então e o Natal? Passou-se, né? Deixam lá que para o ano há mais...
Depois de ter comido que nem uma alarve e de ter aturado as taras e manias do pessoal da família, cá estou eu... qual sobrevivente de uma queda de avião ou de um naufrágio de um barco. É dose! Ao fim do segundo dia já não há pachorra para aturar certas e determinadas coisas.


Ando cansada...
Como estou de férias aproveito para não fazer nenhum e dormir até mais tarde. O que faz sempre bem de vez em quando, mas como também possuo "bichinhos carpinteiros" dentro de mim, lá me ponho eu a arrumar e a limpar alguma coisita cá em casa, isto nos intervalos do descanso... eh eh!

Como estamos a entrar na fase preparativa para o final de ano ando a pesquisar sobre o que fazer para o jantar. Sim, porque a passagem de ano é passada na minha casinha com a lareira acessa e com o meu pessoal. Não gosto de ir para o meio de confusões ou fechar-me dentro de uma discoteca... Prefiro ver os fogos de artifício à meia noite da minha janela do quarto e do escritório.
Se calhar estou a ficar "cota". Deve ser... Mas prefiro assim...

Bom, vou continuar na minha procura deprimente por sites de culinária de um prato diferente daquele que comemos quase todos os finais de ano que é o fondue.

Se eu não voltar aqui uma continuação de Boas Festas para todos.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Feliz Natal



Sei que não tenho vindo aqui há muito tempo, mas o tempo não me dá tempo para desfrutar de algum tempo para vir aqui, pois quando tenho tempo estou tão cansada que só vejo a minha caminha!!!

Mas hoje pensei: " Não passa de hoje... Tenho que ir ao meu blog?"
E assim foi e cá estou eu para desejar a todos um Feliz Natal, cheio de coisas boas e muita saúde.
Não façam como eu, que sou comedora compulsiva de avelãs e já tenho um "sapo" na língua desses excessos.
Ainda me faltam embrulhar alguns presentes de Natal para o meu pimpolhito... se calhar só os vou conseguir embrulhar à noite... sim, porque o meu filhote só abre as prendinhas no dia 25 de manhã porque é à noite que o pai natal as distribui...quando os meninos estão a dormir..

Acho tão fofa esta magia natalícia, magia que se anda a perder... Digo isto, porque quando fui a uma loja de brinquedos vi lá pais com filhos e os filhos a escolher o que queriam. Por um lado, assim têm a certeza que compram o que eles gostam, por outro lado perde-se a magia...

Bom, isto já vai longo e eu tenho que me ir despachar para ir ter com a minha família.

Um Bom Natal para todos, uma boa consoada com o belo do bacalhauzinho ou o polvo ou o que for que comam... isso não importa, o que importa é que todos os corações se devem juntar irradiando muito amor e paz que é o que mais precisamos a seguir à saúde.

Beijokas a todos...
Se puder passo cá amanhã de manhã antes do almocito... Sim, porque agora estou de férias e já tenho mais algum tempinho para vir aqui.

FELIZ NATAL

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Trailer



Isto é sério! Está a acontecer neste preciso momento! O mundo está a mudar!

Unconvenient Truth



Quem ainda não viu este documentário, por favor, faça o favor de ver. É uma verdade incoveniente aos senhores do poder... aos que deixamos que decidam por nós...

Eu vi e quanto mais me aproximo do mês de Dezembro e ainda uso camisolitas de algodão que à tarde ficam arregaçadas pelo calor que ainda se faz sentir em Novembro, mais entristecida fico. Provavelmente é agora que deixarão de existir as estações conforme nós outrora conhecemos e aprendemos na escola e que o meu filhote nunca irá conhecer...É agora e não daqui a uns anos...

Eu faço pela preservação do ambiente o mais que posso, mas será que a maioria de nós faz?

será que mais ninguém se assusta com as notícias relativas ao aquecimento global?

Anda tudo tão sereno... Como se encolhessem os ombros numa perplexa inércia de condição autorizada.

Anda tudo tão distraído com as suas vidinhas, com o fazer dinheiro a todo o custo que se esquecem que sem este precioso planeta isso não vale absolutamente nada...

sábado, 3 de novembro de 2007

Bolonha



"A Declaração de Bolonha preconiza um Ensino Superior tão marcante e atractivo para o mundo como o são as tradições e culturas europeias e acentua a necessidade de estabelecer, até 2010, um Espaço Europeu de Ensino Superior, coerente, compatível, competitivo e atractivo para estudantes europeus e de países terceiros."
In site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Tradução para um trabalhador-estudante:

A Declaração de Bolonha preconiza um novelo de dúvidas tão marcante e repelente para o seu mundo académico que quando dá por si, afinal ainda tem disciplinas dos 1º e 2º anos para fazer, e se não tiver a sorte de passar a tudo (o que logicamente não consegue porque a vida de um trabalhador estudante não é fácil), vê-se num novelo tal que para completar o seu ensino superior com vista a uma licenciatura, o melhor é começar tudo de novo tal são as modificações feitas ao seu curso, deitando fora tudo o que já estudou e todas as disciplinas que já passou. É duro!

É bom para quem almeja ir lá para fora para a nossa União Europeia trabucar... e quem não vai? Tem que levar com o "pastel" na mesma. Não é justo...

"A participação de Portugal na construção do Espaço Europeu de Ensino Superior é vital para o desenvolvimento do País."

Deve ser deve. Não estou a ver isso. O que vejo é que as licenciaturas ficaram desprestigiadas. Reduziram o número de anos para três mas aumentaram a carga anual aplicando mais disciplinas semestrais. É cansativo e martirizante.

Este é o meu calvário... O Bolonha, mais conhecido pelo "Bolonhesa" que é como ficamos picadinhos no meio desta grande confusão. A figura acima ilustra bem como fica o nosso cérebro... Não digo que depois de estabelecido não seja melhor do que antes existia, mas quem está a apanhar agora com as mudanças até se passa...

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Halloween



Happy Halloween!

Façam muitas travessuras mas aprendam a contornar rotundas...please!

Rotundas




Se vais entrar numa rotunda e queres ir para a tua esquerda o que fazes?

Resposta correcta: antes de entrar na rotunda encostar à faixa o mais à esquerda possível, fazer o pisca para a visar para onde queres ir, contornar a rotunda por dentro e à medida que te aproximas da tua saída, fazer o pisca para a direita encostando calmamente até à saída pretendida.

Resposta real: antes de entrar na rotunda, não interessa a faixa em que estás, contornas a rotunda por fora, sempre e independentemente onde queres ir e nem fazes pisca, assim os outros que tenham calma porque só tu sabes para onde vais. E tu és importante porque estás na rotunda. Depois se alguém tiver a ousadia de contornar a rotunda por dentro e fazer o que está escrito em cima e se tem a lata de se pôr à tua frente, apitas com furia e abanas a cabeça ou fazes cara de interrogação. Porque só tu tens direito à rotunda naquele momento. Tu e mais alguns sortudos ou espertinhos como tu.

A mim mete-me raiva quando quero entrar numa rotunda e os que andam lá dentro não fazem pisca, obrigando-nos a ficar a olhar para eles enquanto vão para onde querem. Devem ter o síndroma dos minutos de fama frustrados, ou então são simplesmente egoístas.
Quando não estou com pressa, não ligo, mas quando tenho pressa de chegar a algum sítio isto irrita pois vivemos num país de rotundas amestradas com gente amestrada que não respeita quem também lá quer passar.

É triste. Daí haver tantos acidentes em rotundas e nem sei como não há mais.
Falta de civismo é a regra nº1, a nº2 é a esperteza saloia e a nº3 é condução ofensiva. Tudo aquilo que não aprendemos nas aulas de condução.

domingo, 28 de outubro de 2007

Músicas e Lugares



Belos tempos da minha estadia pela Ásia!

Andy Lau, na altura era um cantor muito famoso de lá...

Se quiserem fazer karaoke é só seguirem os caracteres...eh eh!

terça-feira, 23 de outubro de 2007

Má lingua



Fiquei estes dois dias de molho em casa e sempre que abria a televisão...fechava 30 segundos depois por não aguentar ouvir comentários de uns em relação à vida dos outros.
Mas agora é moda?
Não têm mais nada para dizer?
Ainda por cima devem ser pagos para isso!
Há bons empregos... Para quem é cusco e para quem gosta de mandar "postas de pescada" em relação à vidinha dos outros "escarrapachada" nas revistas "cor-de-rosa".
Este é o Portugal em que vivemos.
Quem não tem mais nada para fazer deve ficar para aí sentado no sofá a ouvir esses "intelectuais".
Eu não. Prefiro um bom livro ou uma boa série na Fox.
Desculpem se ofendi alguém mas não aguento e hoje estou de mau humor. Estou farta de estar em casa...

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Constipada II



Tipo "Conversa da treta" e "A treta continua". (Ai que saudades...O Zé Pedro Gomes e o António Feio bem que podiam engendrar mais uns textozitos do Toni e do Zézé...)

Hoje nem consegui ir trabalhar, tal é a carraspana. Fui à minha médica que me receitou três comprimidos, tomando um por dia, para ficar melhor mais depressa. Já estou a ficar cansada, desde 5ª feira que ando nisto, já para não falar que nem posso tocar no nariz de tão ferido que está de me ter assoado numa média de 30 vezes por minuto. Os meus olhos, coitados estão inchados de tanto lacrimejarem... Bolas!!!! Já chega! Pareço um monstro... Se bem que a beleza e eu ainda não nos fomos apresentadas mas pareço um monstrinho...
Bom vou-me embora porque estou sem paciência para estar aqui. Só me apetece estar deitada...

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Constipada



Estou constipada, com lagrimita no olho e tudo...
Não desejo esta sensação a ninguém...
Até amanhã. Talvez esteja melhor e com vontade de escrever algo de jeito...

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Carta de Condução



Ontem fez um ano que tirei a carta de condução. Yuuupiiii! Como tudo na minha vida, esta também estava "engatada" até ganhei medo e tudo... Foi estranhamente complicado. Mas isso não interessa nada, o que interessa é que já a tenho e agora não tenho medo nenhum de andar no meio do trânsito.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Paranormal



Agora ando numa de teatro...
Descobri que esta peça estará em cena no Teatro Mundial em Lisboa. Estou tentada em ir ver. Será que é bom? Valerá a pena?

Aqui está um pequenito resumo do que anda por aqui na net: "(...)«O Paranormal» é uma pessoa sensitiva, que está na sala de teatro e pede às pessoas para pensarem nas pessoas que desaparecem. "Esta ideia surgiu ao Miguel [Falabella] depois de ler um texto da Cruz Vermelha a dizer que o número de pessoas que desapareciam era maior do que as vítimas mortais das catástrofes naturais. E ele ficou a pensar para onde iriam estas pessoas. Porque há pessoas que desaparecem e passado anos aparecem mortas, mas há muitas que desaparecem e começam uma vida nova noutro sítio. E a ideia dele foi essa. Pessoas que procuram outras pessoas". E o actor acrescenta: "De repente há uma pan-cósmica e é a loucura, porque depois o paranormal já não tem mão naquilo e as personagens começam a ter vida própria e a contracenar umas com as outras". Ao todo, a peça tem 15 personagens, todas representadas por Monchique.(...)". Artigo completo em

http://culturanoporto.canalblog.com/archives/2007/05/15/4963102.html

Vou pensar nisso. Até porque cada bilhete custa à volta dos 20€ e cá o "Je" só pode ir no final do mês.

domingo, 14 de outubro de 2007

Loiras II



Não aguentei e aqui está outra de loiras. Só para "descomprimir". Tive uma semana intensa e um fim de semana duro e cansativo.
Para a semana virei mais vezes... Acho eu!

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Hamlet



Tive um fim de semana lúdico. Sexta fui ver "Os melhores sketches dos monty python" e Domingo mudei o estilo e fui ver "Hamlet" com Diogo Infante, Albano Jerónimo, Alexandre Lopes, Ana Lúcia Palminha, Carlos Paulo, João Ricardo, João Tempera, Fréderic Pires, Jorge Andrade, José Pedro Caiado, Miguel SErmão, Natália Luiza e Raúl Oliveira.
Muitas coisas já devem ter sido ditas e escritas sobre a peça, mas é de louvar a interpretação de todos que nos guiam na viagem da história e nos prendem à trama, apesar de já ser conhecida a história...
Só tenho um reparo. As cadeiras eram desconfortáveis. Compreendo que a ideia era a de criar um anfiteatro. Até aí tudo bem, mas as cadeiras onde fiquei...Meu Deus! Saí de lá com as pernas dormentes. Isto porque o espaço entre os meus joelhos e as costas do indivíduo que estava à minha frente era exíguo. Se ele fizesse uma pequena pressão que fosse nas costas empurrava-me os joelhos e olhem que ele fez várias vezes (Coitado! Também se sentia desconfortável). Isto sem falar na senhora do lado. Estava tão perto dela que lhe sentia o hálito. Assim, espremidinha, vi a peça toda mas saí de lá toda "partida"...
Tirando isso ADOREI.
Aliás, qualquer coisa que seja feita pelo Diogo Infante é boa. Ele imprime-lhe litros de bom gosto e de perfeição.
Bom, mas isto já estou eu a ser tendenciosa porque gosto muito do actor. Aliás, se me tivesse que ficar de pé para o ver durante duas horas e qualquer coisa, eu ficava na boa!

sábado, 6 de outubro de 2007

Monty Python



Ontem fui ver "Os melhores sketches dos Monty Python" com Bruno Nogueira, António Feio, José Pedro Gomes, Miguel Guilherme e Jorge Mourato.
Simplesmente adorei. Saí de lá com dores nos abdominais de tanto rir. Muito bem adaptado e não podiam escolher melhor os actores.
Não vou aqui falar de um ou outro. Foram todos excelentes e estão de parabéns. Só tenho pena que não se faça mais disto em Portugal.
Aconselho a verem, o dinheirito dos bilhetes é bem empregue. Pode até ser que vejam outras figuras públicas como eu vi, estava lá a Maria Rueff e o Joaquim Monchique...
Está em cena no auditório dos Oceanos no Casino de Lisboa. Vale a pena!
Aplaude-se de pé e fica-se com vontade de ver mais.
Excelente!

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Loiras




Coitadas das loiras... Até que são felizes assim na sua inocência!!!

Eu cá sou morena mas houve uma altura que pintei o cabelo de loiro e isso afectou-me... Nunca mais fui a mesma!
Acreditem....

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Quem é que manda?




Sei que já não vinha aqui há muito tempo, mas hoje parei aqui e vou deixar um vídeo cuja música fica no ouvido... E digam lá se eles não têm razão?
Este anúncio é altamente!

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Ansiedade? Não....



Enquanto ainda não sei nada àcerca da nota do exame que me falta, ando para aqui a roer as unhas porque não sei bem o que me aguarda. Não me correu muito bem. Disso tenho noção.

Para acompanhar esta situação tenho a malta cá de casa doente e ontem até fui de "charola" para o Hospital às 4 da madruga com o meu filhotinho com ataques de falta de ar. Já está melhor e já está medicado. "É fruto da época" disse-me um senhor enfermeiro muito bem disposto para aquela hora da madrugada...

Entretanto, mal estou a começar neste meu novo emprego e já tenho que faltar...

Como que uma cerejinha no topo acho que tenho herpes labial. Espectáculo!
Não há nada que não me aconteça. Agora tenho para aqui uma borbulha horrível na boca e já pus creme (daqueles que anunciam na tv) mas nada. Teima em lá ficar... Bonito!

Só me falta o cão. Pobrezito. Parece que é o único que escapa. Parece!... Pelo menos ainda não se queixou de nenhuma maleita.

Agora perguntem lá: Ansiedade?
- Não. É galo mesmo...

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Em Baixo



Hoje estou assim. Triste e em baixo.
As notas dos exames não foram animadoras, nesta época ainda só passei a uma disciplina e só me falta saber a nota de mais uma.
Ao todo este ano passei, para já a três...é pouco...

Não consigo deixar de pensar que é bem feita para eu aprender. Para que de futuro aprenda que em Julho não se deve marcar férias para fora do país pois é mês de frequências e exames... não fui aos exames porque não estava cá, senão tinha passado a quase todas deixando apenas 3 ou 4 disciplinas para fazer... snif! snif!

Depois tenho outro lado de mim que me chama de burra, apesar de estar agora a retomar os estudos que tiveram um intervalo de dez anos. Isto custa a pegar...é como os carros que ficam muito tempo parados.
Por isso sinto-me em baixo que nem um pneu furado...
Gostava tanto de ter passado a mais disciplinas, gostava de poder dar essa alegria aos que me rodeiam e que fazem figas para que eu acabe este maldito curso, que, agora com o Bolonha, faz-me ter mais disciplinas e obriga-me a fazer disciplinas do 1º ano.... snif! burra!burra!burra!

Tantas horas que andei a queimar pestanas, fins de semana enterrada nos livros, tempo que podia ter com o meu filhote a resolver questões e a fazer trabalhos... ARRRGGGGHHHHH!

Espero que para o ano me corra melhor, senão até tiro as pestanas com uma pinça e colo-as na testa (Hummm! Que imagem!) em forma de O, de otária.

Vou-me embora, curtir a minha "deprê" para outro ladex!

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Trânsito



Desde que estou a trabalhar no novo emprego que enfrento longas filas de trânsito para chegar a Lisboa. Não vou de transportes porque não vale a pena e demoraria mais tempo não de manhã mas de tarde, pois tenho sempre 1001 coisas a fazer até finalmente sentar-me e descansar um pouco (tirando hoje que estou na sorna).
Mas o que me deixa desesperada não é as filas (já fazem parte do dia-a-dia) é as lesmas que, mesmo não havendo trânsito, teimam em andar a 40 km/hora ou menos. Pessoal que, de manhã, anda para aí a passear e a atrasar outro pessoal que trabalha. Por isso é que a segurança social diz que está à beira da bancarrota. Pudera!Eu só vejo é reformados!!! E quando não são reformados, devem estar de baixa ou de atestado e enervam quem tem mais do que fazer do que passear pelas ruas. Quem tem filhos para ir buscar à escola ou cães para levar à rua... etc...
Enfurece-me.
Já para não falar nas parvoíces que fazem enquanto vou atrás deles. Ele é pisca para a direita e vai para a esquerda. Ele é fazer as curvas como se fosse um camião "TIR". Ele é olhar para o lado e ver as montras.... uff!
A malta não é de ferro e enerva-se e quando não sou eu são os outros desgraçados. Mas o mal disto é que são pessoas assim que muitas vezes provocam os acidentes, porque não têm o sentido de oportunidade.
Isto é só um desabafo. Mas lá que irrita, irrita!

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Zen



Neste momento devo estar a ultrapassar uma fase mais "zen" da minha vida.
Os exames escritos terminaram, só me falta saber as notas para ver se já me safei ou se ainda tenho que enfrentar as orais.
Estou num emprego novo, que e deve ser porque é o início, até me sabe a "morangos", de tão bom que parece ser em relação à selva onde eu estava...
Estou tão "zen" que até me vai faltando inspiração para escrever aqui. Também estou a aproveitar para ouvir música e passear nos meus tempos livres.
Não sei se o termo estará bem empregue... Estou zen...

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Época



Tal como o futebol, também eu estou a atravessar uma nova época.
A época de exames de recurso até ao final da semana e todos os dias um. É agradável. Na sexta-feira já não devo saber muito bem quem sou, mas...o que interessa é marrar e muito.
É bem feita. Fui de férias mais cedo e não consegui evitar que isto acontecesse. Mas não faz mal. Se não der para fazer tudo este ano fica para o próximo. Que Remédio!

A outra época é a de mudança. Lá consegui mudar de emprego.YES! Ainda por cima vou fazer uma coisa que sei que realmente gosto. Isto é tudo. Tenho uma mesa só para mim, um módulo com gavetinhas, telefone e até um pc... De onde eu vim isto é um luxo. Ah! E o telefone! Toca tão pouco. Que agradável.
Só espero adaptar-me bem. Se for por mim correrá tudo tranquilamente e com muito boa disposição.

Estou tão feliz que, embora o facto de o exame que tive hoje ter corrido tão mal que me apeteceu dizer à professora para não o ler, nada mais me perturba. Parece que estou nas núvens. Sim, para não falar que subi de categoria e vou ganhar um "tadinho" mais. Esse"tadinho" deve ir para a gasolina pelo facto do meu emprego novo ser mais longe de casa, mas não me importo. O que me importa é que consegui mudar contra ventos e marés. Há um ano e meio que andava nisto. Agora até me sinto aliviada.

Vou estudar, amanhã tenho outro exame...

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Mãe



Ser mãe é algo do outro mundo, uma dádiva e eu por experiência própria o sei.

Reparem neste vídeo que mostra muito por aquilo que passamos com ou sem ajuda pelos e para os nossos filhos. Para além da música ser linda mas eu sou suspeita porque gosto da Sade, a mensagem é bem real.

Independentemente de termos companheiro ou não o certo é que recai muita coisa em cima dos nossos ombros e ainda por cima temos que, ou porque precisamos ou porque gostamos, de ter um emprego seja para sobrevivermos e tentarmos dar o melhor aos nossos filhos seja pela realização pessoal.
É certo que hoje em dia existem mais facilidades e ajudas do que outrora mas uma mãe, será sempre uma mãe e salvo raras excepções sacrificou, sacrifica e sacrificará sempre algo pelos seus filhotes que não são mais do que uma benção do céu.
Quem é mãe entende o que escrevo e quem é pai também e quem não é, um dia há-de ser e verá que é mesmo assim.
Quem é mãe sabe o que é chegar ao fim do dia com dores no corpo todo pela "ginástica" que tem de fazer tudo num certo "timing"... Mesmo com ajudas! Ainda bem que as há senão nem podíamos quase dormir.
"Mãe é o nome de Deus nas bocas e corações dos nossos filhos"(frase retirada de um filme). Gosto desta frase, diz muito...

Um Viva a todas as mães do mundo que fazem tudo pelos seus filhos.
Um Viva a mim.
Um Viva à minha mãe.
Um Viva à minha avó (também foi mãe).
Um Viva às vossas mães.
Bem hajam.

Hoje apeteceu-me falar das mães. Deu-me para o sentimento... Da próxima falo dos pais também muito importantes.

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Acidente



Sinceramente as motas fascinam-me e ao mesmo tempo metem respeito principalmente com tantos acidentes que tive a infelicidade de assistir entre automóveis e motas.
Ontem foi mais um desses dias. Ía eu na minha vidinha levar o meu mais do que tudo e menos que nada à "escolinha" quando num entroncamento um automóvel atira-se para a faixa de rodagem sem ter consideração por quem lá transitava, que era nada mais nada menos do que uma mota. O rapazito que lá ía tentou por tudo não bater no carro (Se fosse eu batia) e caiu ao chão partindo algumas partes da mota. O carro, por sua vez, abrandou mas não parou. Viu o que se passou pelo espelho retrovisor e seguiu viagem. Eh Eh! Grande artista! Ainda por cima era uma velho.
Não é que eu tenha alguma coisa contra os velhos, até porque um dia serei eu uma velha, mas é com eles que vejo serem feitas as maiores parvoíces no trânsito. São muitas vezes eles que fazem acidentes, filas de trânsito, etc... Compram a estrada e quem lá andar que se aguente porque eles é que sabem, é que têm experiência, são os maiores....
Voltando ao que se passou. Eu parei logo o carro assim como outros condutores, perguntei ao rapaz se precisava de alguma ajuda e de repente... tlim.... eu tinha fixado a matrícula do velho e dei com a "língua nos dentes". Sim, porque se fosse comigo também gostava que alguém tivesse tirado a matrícula. O rapaz lá assentou tudo, agradeceu e depois todos seguiram o seu caminho.
Só por acaso não foi nada de grave, mas se fosse a acção do velho era a mesma. Provavelmente nem se apercebeu do que fez. Já deve ter a carta há mais de 50 anos, quando haviam mais bois e burros a andar na estrada do que carros e deve ser renovada com grande favor.
O mais engraçado é que depois falam que os jovens isto e aquilo... ARGHHHHH!
Bom, mas eu fiz a minha boa acção do dia, ajudei alguém.
Não sei porquê mas sinto-me mais humana quando ajudo algum desconhecido. Faz-me sentir que ando cá por alguma razão.
Eu própria tomei nota da matrícula do velho e quando o vir vai levar umas buzinadelas...vai, vai!
Não há condições....

terça-feira, 4 de setembro de 2007

Dieta



Porque é que será que quando faço dieta me apetece comer ainda mais coisas que me fazem mal?
Deve ser psicológico...

Ando em dieta porque desde que fui de férias que o meu peso aumentou... normal...
Desde que tive o meu rebento que o meu corpo nunca mais foi igual... normal...
Só que como quero tudo para ontem e já estou em dieta assumida há uma semana e meia, o ponteiro da minha balança ainda não desceu... normal...

O que não é normal é certas pessoas por quem eu nutro um desrespeito que só eu sei porque não demonstro, devido à minha boa educação, estarem constantemente a dizer que estou "gorda". Por vezes até dizem mais do que uma vez num espaço de uma hora. Deve ser para se fazerem ouvir, porque a minha indiferença é tal que devem pensar que também perdi a audição.
Ora, isso não se faz!
É falta de educação!

Eu não estou "gorda", tenho é excesso de peso. Tenho 12 kg a mais do que devia e tenho plena consciência disso. Mas não vivo amargurada, só quando gosto de alguma roupita e não posso usar porque tenho a noção que é capaz de me ficar mal. Não sou daquelas que tem o rei na barriga, prepotente ou convencida. Sei bem onde é o meu lugar, sei falar e conviver como uma verdadeira princesa que sou e sou muito bem disposta.
É aqui que vejo que os meus pais fizeram um bom trabalho comigo, souberam-me educar e encaixo-me perfeitamente em qualquer ambiente.
Eu tenho cá para mim que deve ser a minha boa disposição que afecta muita gente. Sei sempre tirar o lado divertido das coisas mesmo quando estão negras. Como toda a gente tenho dias em que ando mais triste, mas pouco deixo transparecer excepto quando venho aqui e mostro o que me vai na alma. Deve ser isso que irrita muita gente. Estou sempre no meu mundo e é raro demonstrar que me perturbam. Isso deve mesmo irritá-los... não sei...
O que sei é que fico desconfortável com certos comentários e que qualquer dia salta-me alguma resposta menos condigna com a minha condição de "princesa".
Tenho que gramar com cada cromo e com cada pastilha...

Bom, mas voltando à dieta: Não como fritos nem pão (excepto ao pequeno almoço), não bebo refrigerantes nem bebidas alcoólicas. Agora os doces.... ai ai... Estou a reduzir as guloseimas e sempre que me apetece comer uma lá vai um copito de água que é para esquecer. Sim, sou extremamente gulosa, mas há duas semanas que não como gelados. Como sopa às refeições assim reduzo as quantidades do prato seguinte, isto quando sinto vontade de comer o prato seguinte...
Para já é que ando a fazer. Falta o exercício. Agora ando a estudar e não me dá jeito.
Pena é que a minha balança não mexe...
Sei que tenho que ter paciência.

Porque é que será que é tão fácil engordar e tão difícil emagrecer?

sábado, 1 de setembro de 2007

Lados Reais

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Nem sempre quando sorrio é porque estou contente,
Nem sempre quando choro é porque estou triste,
Nem sempre quando digo que estou bem é verdade,
Nem sempre quando estou sossegada é porque estou tranquila,
Às vezes apetece-me gritar,
Às vezes apetece-me fugir,
Às vezes até fico doente,
Quando ao meu redor só vejo Egoísmo e Maldade.

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Sono



Ele veio com passinhos de algodão e um toque aveludado, fresquinho e confortável, ameno e cheiroso... Travei e ainda agora tou a travar com ele uma luta incontrolável para manter as minhas pestaninhas a um nível aceitável sem parecer uma borrega com a pedrada.

Este soninho hoje não me larga, deve ser porque é sexta-feira... Digo eu...

Tou cheia de sono e tão cansada...

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Moda



Agora é moda os rapazes usarem brincos nas orelhas que mais parecem cubos de gelo... tipo Cristiano Ronaldo. Ainda hoje vi um com dois brinquinhos a estilar pela rua, mal sabia ele a figurinha que ía a fazer, ficava-lhe tão mal que até de olhar fazia doer a vista.

Os do Cristiano Ronaldo são Diamantes e os daqueles jovem eram de vidro ou de plástico. Sim, se vissem a pintarola notavam que era imitação...

Eu não gosto muito de homens com brinco.Ponto final. Mas tolero desde que não sejam coisas exageradas ou imitações baratas de outras "personagens" ou personalidades ou figuras públicas.
Na minha juventude, rapaz com um brinco era virado e então com dois era mesmo assumidamente virado. Não é que eu seja contra as preferências sexuais de cada um, nada disso,ou então era malta da "passa". Cresci a ver rapazes sem brincos e agora ao vê-los quase todos com.....é estranho. Não gosto. Devo ser antiquada... Pois se calhar é isso....

É como as tatuagens, uma tatuagem tem muito que se lhe diga. Agora também está na moda. São os nomes dos ou das amados/as, símbolos, animais, caracteres. Quase toda agente tem ou gostaria de ter e às vezes fica tão mal a certas pessoas.
Olha, é como aquele que eu hoje vi com os brincos, será que essas pessoas não têm ninguém que lhes diga que isto ou aquilo não o/a favorece?

Ok não vou falar dos piercings...

Isto lá por ser moda não quer dizer que todos têm de ter ou usar.
Lembra-me os "Lemmings", onde vai um vai logo uma catrefada deles nem que se atirem de um precipício... Vai lá vai!

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Wireless



Não estive por cá porque como me armei em "Carapau de corrida" (só me faltaram os ténis) fui comprar um Wireless cá para casa e quando parecia tudo correr bem... puff, a internet não dava. Depois de muitas voltas e de uma ou duas noites mal dormidas, sim, porque no dia seguinte às 7 da matina upa, upa... Lá se conseguiu... Nem sem bem como, sinceramente.
É nestas coisas que vejo que sou "pequenina"... Há coisas que não consigo perceber e nem explicar como faço, mas faço...

Por falar em 7 da matina, devia ser proibido acordarmos antes das oito da manhã e ponto final, qualquer dia faço um baixo-assinado e entrego a quem quer que seja para que nada abra antes das 9h00m, em compensação pode ficar até mais tarde aberto. Bem sei que há pessoas que gostam. Contudo não conheço ninguém que goste, excepto a malta mais velhinha que dorme cedo e acorda mais cedo porque a reforma é assim mesmo.

Bom, resumindo: Outra aventura. Isto é só aventuras mas agora quero ver se me acalmo que para a semana tenho uma semana cheia de exames da época especial e para a outra lá vou eu para outros lados.

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Instruções



Comprei uma mesa de computador aproveitando aqueles "preços imbatíveis" da época do regresso às aulas. Até aqui tudo bem, não fossem as instruções de montagem para todos aqueles que já montaram várias coisas na vida, ou então para quem se encontra na linha de montagem das próprias peças.
O próprio desenho da mesa, ora era visto de frente ou de trás...sem indicação disso. E parecia sempre que era do mesmo lado. Confuso? Foi, lá isso foi.
Resumindo: a respectiva mesa foi desmontada duas vezes...Que seca!

Ela até que é gira e não é como a que está na figura, mas deu luta...
Foi a minha aventura do fim de semana no Sábado chuvoso...

sábado, 25 de agosto de 2007

Alegria no trabalho



Publicidade à parte. Não deixo de esboçar um sorriso enquanto ouço ou vejo este anúncio, principalmente quando vejo aquele espectacular dançarino, na televisão naquelas horas ou que estou a jantar ou a fazê-lo.
Isto sim é alegria no trabalho...
"Mai Nada!"

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Buzinar




Hoje apetece-me implicar:

Irrita-me profundamente estar confortavelmente em casa e de repente a minha paz ser violada por uma buzina proveniente um carro de alguém que não está para se incomodar, sair do seu automóvel e carregar na campainha da casa de alguém que conhece. Não está para se incomodar mas incomoda os outros. O que é muito melhor e dá menos trabalho.
Mas estas ideias brilhantes não são só de um ser intelegente, isto qualquer dia pega mesmo moda. São várias as cabecinhas iluminadas que o fazem.
Por cada buzinadela podemos ter várias justificações do tipo:" Olha já cheguei" ou então "Desce que eu já aqui estou com a minha bomba paga a prestações, mas isso não interessa nada o que interessa é que se note bem", sim porque se fosse para avisar a mulher ou o marido de que estão a chegar e que o/a amante têm que zarpar o mais rápido possível... não acredito que o fariam.

O código da estrada é muito claro em relação às buzinadelas, mas esse desgraçado livro de regras parece ser esquecido instantes depois de essas cabeças brilhantes passarem na prova escrita ou mesmo no exame de condução.

Não é que se buzine muito cá para as minhas bandas, mas há dias que quando buzinam sem razão só me apetece implicar.

Hoje estou terrível. Estou mais azeda do que chantilly feito há mais de um mês e deixado fora do frigorífico....Hummm! Que imagem!!!!

Tirando isso quem olha para mim vislumbra uma imagem de paz e calma que eu faço transparecer para que ninguém se incomode com estes meus pensamentos...

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Maria Mena





Descobri Maria Mena há bem pouco tempo e fiquei encantada com as suas letras e músicas que são de uma crueza e ao mesmo tempo de uma sensibilidade muito próprias.
Se eu tivesse dado o passo de cantora a solo, se tivesse "esgadanhado" quando era mais nova e com mais sangue na guelra, era este o estilo que gostaria de ter.

Este vídeo retirei do "Youtube" é de uma das músicas preferidas. Não é bem um vídeo antes uma montagem de "Danoontje6" que está de parabéns.
Love It! Love it! Love it!

Hoje estou feliz, finalmente o semáforo ficou verde e já vou poder mudar o rumo da minha vida. Eh Eh!
Já vou poder navegar noutras marés e correntes e posso ir para outros mares... Quem espera e luta muito desespera mas lá vai alcançando....

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Mensagem




Uma bela mensagem que encontrei algures por aí mas com muito sentido!

Eu própria tenho uma boa colecção de pedras (ou calhaus) adquiridas no meu caminho enquanto os diamantes...esses, posso dizer que são poucos mas de boa qualidade.

Posso também concluir que perdi alguns diamantes pela vida, mas também se os perdi é porque não eram para mim...Isto numa perspectiva entusiasta e extremamente positiva. Já numa perspectiva mais crua perdi esses diamantes porque escolhi coleccionar as ditas pedras que se antes ofuscavam de belas e brilhantes que nem os diamantes, mais tarde se mostraram opacos, frios e toscos que nem calhaus.

É a vida.

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Espera




Como aquele barquinho, assim estou à espera da minha oportunidade de navegar por outras marés. De desbravar novas correntes. Enquanto não posso fico assim, ancorada numa praia ao sabor do vento e do mar... à espera!

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Praia



Gosto de ir à praia, de mergulhar e apanhar uns raios de sol com 500 quilos de protector que é para não ficar que nem um tomate.

A brisa e o som das ondas acalmam-me. Libertam-me os pensamentos. Fazem-me sentir bem. Gosto de sentir os meu pés na areia, gosto de apanhar conchinhas e de brincar à beira mar.

Não sou daquelas que vai à praia estilar, não. Não tenho paciência para isso e gosto de comer gelados e outros doces não recomendados a quem quer ter um corpo xpto. Mas reparo que há piores que eu. Menos mal... Até levanta um pouquinho o ânimo...

Que horror! Quando comparamos os nossos defeitos com os defeitos dos outros que porventura são maiores que os nossos ficamos logo mais sossegados...Com o pensamento: "Há piores!!!". Pois há e também há melhores, mas isso não interessa nada no momento da consciencialização de que não somos tão perfeitas como gostaríamos. Nunca somos... Nunca estamos contentes com o que temos. É terrível esta condição humana.

Já me incomodei mais. Agora o que me incomoda são outros factores bem mais importantes do que a simples aparência corporal. Se bem que ajuda mas não é tudo.

Adorava agora estar numa praia como aquela dali, daquela foto. Hummm! Quem me dera...

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Horóscopo




Ora bem, umas vezes sou "Carneira" e outras sou "Toura".
É trabalho de quem foi nascer no último dia do mês do Carneiro ou no primeiro do Touro... Depende da perspectiva...
Mesmo assim considero-me do signo Carneiro por ser o mais habitualmente atribuído ao meu dia de aniversário.
Encontrei esta tabela da pucca na net e como achei fofinha, aqui está ela no meu "cantinho".

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Na Solidão


Na Solidão encontro a minha paz,
Na Solidão encontro-me,
Na Solidão protejo-me,
Obrigada por existires minha querida Solidão,
Obrigada por me dares a mão sempre que preciso,
Obrigada por me protegeres de quem me quer mal,
É em ti que confio os meus pensamentos e os meus desejos,
És onde eu guardo o que de mais precioso possuo,
Amiga Solidão...

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Tempo



Vai lá vai! Nem acredito que fiquei tanto tempo sem vir aqui....

Andei por aí a "marinar" nos meus pensamentos, a cozer em banho maria os desejos e as metas a atingir...

Andei por aí, fiz de tudo um pouco e um pouco de nada mas sempre a correr como as formiguinhas sem ponteiros ou relógios, sem correntes ou prisões, num frenesim típico de quem necessita de mais de 24 horas por dia para fazer tudo o que quer e aguentar também o que não quer.

Amanhã prometo que volto...



quinta-feira, 19 de abril de 2007

"Dúvida"



Boa peça, bom argumento, bom elenco de actores, bons cenários, bom jogo de luzes.

Vale a pena assistir e deixar-se levar pelo enredo e pelo ambiente que os fabulosos actores nos proporcionam. Sim, porque o argumento pode ter arrecadado o Prémio Pulitzer em 2005, mas se não é o Diogo Infante e a Eunice Muñoz, sem desprimor para as outras duas actrizes igualmente talentosas, não era tão espectacular.

Adorei. Adorei. Adorei...

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Vazio


Já fui Ruiva...

Já fui Loura...

Agora sou Morena...

Já fui mais magra...

Agora estou mais Gordinha...

Já fui mais nova...

Agora também não...

Já fui mais bonita...

Agora estou cansada...

Mas uma coisa é certa... Este vazio mantém-se...

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Amar


Amar

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui...além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar!Amar! E não amar ninguém!

Recordar!Esquecer!Indiferente!
Prender ou Desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida.
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada.
Que me saiba perder...pra me encontrar...

Florbela Espanca

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Porco


" Kung Hei Fat Choi, Lai Ci Ta Loi"

O Novo Ano Lunar, O Ano do Porquito, parece ser um desses tempos, com guerras, confusões, revoluções e desastres, dizem astrólogos. Péssimo para casar mas, por incrível que pareça, óptimo para ter filhos. Segundo a tradição, os bebés nascidos no «Porco Dourado» terão boa sorte toda a vida e os casais chineses estão a levar a crença a sério. Já se prevê um boom de nascimentos em terras do oriente...
«O porco simboliza o germinar de uma planta, o nascimento de uma nova vida. Por isso, o Ano do Porco vai trazer novas relações internacionais, novas ordens sociais, novos regimes e governos», diz Raymond Lo, que prevê por isso «guerras regionais, revoluções e agitação que levarão à queda de governos nalguns países».

Por esta altura a festa está no seu auge em que se mantêm tradições misturadas com os cheiros de panchões acabados de rebentar e incensos acessos para que levem aos deuses as preces daqueles mais devotos. É uma grande alegria, festa por todo o lado, o riso das crianças e a sensação de não haver um amanhã, apenas o sentimento de existir o dia de hoje que é dia de festa.
Ai que saudades....


sábado, 10 de fevereiro de 2007

Mais um dia

Mais um dia se passou aqui deste lado...
Não ganhei o Euromilhões...
Continuo a estudar como se não houvesse amanhã....
Enfim, cada um tem aquilo que merece... E quando nos calha a nós parece que merecemos um pedacinho mais do que os outros...
Estou cansada...
Amanhã o dia será melhor...
Desabafos...

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Babel


Entre o meu estudo de Economia Internacional e Economia (daqui já se pode ver como eu gosto mesmo muito de Economia...), a primeira do meu ano e a segunda que não consegui passar por ser um espectáculo de disciplina.... gostos.... eu é mais bolos... e para descomprimir, sim ando muito comprimida e não é da sopita de legumes que como religiosamente todos os dias ao jantar, pus este filmito no DVD Player e lá vi e "gosti". Até que enfim um ponto final para a malta(eu) respirar.
Hoje estou descompensada, fiz a frequência de Economia e saí de lá com a impressão de que me correu bem! O que é estranho! Devo ter aquilo tudo enganado. Uma frequência de Economia a correr bem? E nem sequer fiz a parte prática, lá com as "continhas" e os "gráficozinhos" e as "curvazinhas" e mais não sei quê....
Agora já estou noutra. A marrar para o exame de ICPS (Introdução às Ciências Políticas e Sociais) que é mais o meu género (ou não; se fosse não tinha chumbado na frequência...né?).
Também vou tentar melhoria de nota a Geopolítica. Disciplina que eu gosto mesmo! Vamos ver (como se diz em americano:" We go and see").
Estou mesmo espirituosa...
Se calhar ainda ganho o Euromilhões...

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

The Illusionist


Como a vida não pode ser só estudo, ontem vi este filme e gostei.
A história é simples andando à volta de um romance, mas a imagem está espectacular fazendo-nos viajar para aqueles tempos.

Claro que quando acabou o filme lá fui eu ler mais umas coisas... mas mais parece que tenho a cabeça oca e que não entra nada cá dentro... mas enfim, "quem não arrisca não petisca" e quem não anda à chuva também não se molha e eu daqui a nada lá vou fazer figura de "ursa" tentando dar a volta às questões propostas na tentativa de acertar em alguma coisa. Mas ao menos tentei. Pode ser que faça esboçar um leve sorriso em quem analisar a minha frequência, ao menos isso, contribuir com boa disposição para aquela disciplina.

Bom, vou ler mais umas coisitas... Mas o filme é bom e recomendo. Não é nada "por aí além" (gosto da expressão, então por escrito é de "bradar aos céus"), mas vê-se bem.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Economia Internacional


Ora aqui está mais um livrinho de cabeceira, salvo seja... Livrinho com mais de 750 páginas de conteúdo deveras interessante, é sempre gratificante eu, enquanto for ao supermercado ou comprar o pão falar com a senhora do outro lado do balcão ou da caixa registradora àcerca da determinação do Dumping ou da Previsibilidade da Taxa Cambial a curto prazo.
Bom, mas brincadeiras à parte o certo é que estou deveras tramada, isto é, é matéria a mais e tempo e/ou cabeça a menos.
Das 750 páginas desta "Biblia", só consegui ler até agora 200 páginas e a frequência é já amanhã... Que bom!!!E se alguém tropeçar neste blog vai dizer "Temos pena!" ou então " O que é que eu tenho a ver com isso?" Pois... mas isto é só um desabafo de quem se está a passar com tanta definição e conteúdo económico...
" Temos pena!"

sábado, 3 de fevereiro de 2007

Aborto...

Aqui está o espelho exacto da contradição do nosso povo português:





Votem bem e com consciência!

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Nelly Furtado

Enquanto estudo por vezes dou por mim a cantarolar esta musiquita...



Say It Right
Nelly Furtado

Freak, freak girl
Hey, hey
You don't mean nothing at all, yeah
Hey


In the day, in the night
Say it right, say it all
Either got it, or you don't
You either stand, or you fall
When your will is broken
When you slips from your hands
When there's no time for joking
There's a hope in my plans

Oh, you don't mean nothing at all to me
No, you don't mean nothing at all to me
But, you get what it takes to set me free?
Oh, you could mean everything to me


I can't say that I'm not
Lost and at fault
I can't say that I don't
Love to lie in the dark
I can't say, that I don't
Know that I am alive
And I'll love what it feels
I can show you tonight
(You tonight)


Oh, you don't mean nothing at all to me
No, you don't mean nothing at all to me
But, you get what it takes to set me free?
Oh, you could mean everything to me


From my hands I could give you
Something that I made
From my mouth I could sing you
Another brick that I laid
From my body I could show you (from my body, I could show you)
A place God Knows (that only God Knows)
You should know space is holy (holy)
Do you really wanna go?
(Two, three, four)


Hey, hey
Hey, you don't mean nothing at all
Yeah, hey, yeah...


Gosto da sonoridade desta música...

terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Homenagem

Fez ontem 1 ano que a minha querida avó deixou este mundo e eu ainda sinto muito a falta dela.




Music Video Codes by VideoCure



Seems like it was yesterday when I saw your face
You told me how proud you were, but I walked away
If only I knew what I know today
Ooh, ooh

I would hold you in my arms
I would take the pain away
Thank you for all you've done
Forgive all your mistakes
There's nothing I wouldn't do
To hear your voice again
Sometimes I wanna call you
But I know you won't be there

Ohh I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself by hurting you

Some days I feel broke inside but I won't admit
Sometimes I just wanna hide 'cause it's you I miss
And it's so hard to say goodbye
When it comes to this, oooh

Would you tell me I was wrong?
Would you help me understand?
Are you looking down upon me?
Are you proud of who I am?

There's nothing I wouldn't do
To have just one more chance
To look into your eyes
And see you looking back

Ohh I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself, ohh

If I had just one more day
I would tell you how much that I've missed you
Since you've been away
Ooh, it's dangerous
It's so out of line
To try and turn back time

I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself by hurting you


Esta dedico-te a ti minha querida avó....

sábado, 6 de janeiro de 2007

Estudos


É oficial. Estou pouco disponível e permanecerei assim entre este mês e inícios do próximo pois ando a marrar para as minhas frequências.
Fui...