terça-feira, 4 de setembro de 2007

Dieta



Porque é que será que quando faço dieta me apetece comer ainda mais coisas que me fazem mal?
Deve ser psicológico...

Ando em dieta porque desde que fui de férias que o meu peso aumentou... normal...
Desde que tive o meu rebento que o meu corpo nunca mais foi igual... normal...
Só que como quero tudo para ontem e já estou em dieta assumida há uma semana e meia, o ponteiro da minha balança ainda não desceu... normal...

O que não é normal é certas pessoas por quem eu nutro um desrespeito que só eu sei porque não demonstro, devido à minha boa educação, estarem constantemente a dizer que estou "gorda". Por vezes até dizem mais do que uma vez num espaço de uma hora. Deve ser para se fazerem ouvir, porque a minha indiferença é tal que devem pensar que também perdi a audição.
Ora, isso não se faz!
É falta de educação!

Eu não estou "gorda", tenho é excesso de peso. Tenho 12 kg a mais do que devia e tenho plena consciência disso. Mas não vivo amargurada, só quando gosto de alguma roupita e não posso usar porque tenho a noção que é capaz de me ficar mal. Não sou daquelas que tem o rei na barriga, prepotente ou convencida. Sei bem onde é o meu lugar, sei falar e conviver como uma verdadeira princesa que sou e sou muito bem disposta.
É aqui que vejo que os meus pais fizeram um bom trabalho comigo, souberam-me educar e encaixo-me perfeitamente em qualquer ambiente.
Eu tenho cá para mim que deve ser a minha boa disposição que afecta muita gente. Sei sempre tirar o lado divertido das coisas mesmo quando estão negras. Como toda a gente tenho dias em que ando mais triste, mas pouco deixo transparecer excepto quando venho aqui e mostro o que me vai na alma. Deve ser isso que irrita muita gente. Estou sempre no meu mundo e é raro demonstrar que me perturbam. Isso deve mesmo irritá-los... não sei...
O que sei é que fico desconfortável com certos comentários e que qualquer dia salta-me alguma resposta menos condigna com a minha condição de "princesa".
Tenho que gramar com cada cromo e com cada pastilha...

Bom, mas voltando à dieta: Não como fritos nem pão (excepto ao pequeno almoço), não bebo refrigerantes nem bebidas alcoólicas. Agora os doces.... ai ai... Estou a reduzir as guloseimas e sempre que me apetece comer uma lá vai um copito de água que é para esquecer. Sim, sou extremamente gulosa, mas há duas semanas que não como gelados. Como sopa às refeições assim reduzo as quantidades do prato seguinte, isto quando sinto vontade de comer o prato seguinte...
Para já é que ando a fazer. Falta o exercício. Agora ando a estudar e não me dá jeito.
Pena é que a minha balança não mexe...
Sei que tenho que ter paciência.

Porque é que será que é tão fácil engordar e tão difícil emagrecer?

3 comentários:

Luis disse...

continua com o bom astral e deixa os invejesos para tras.
Quanto á dieta, faz assim ao fim da tarde numa esplanada um berbigãozinho e umas imperiais, emagreces logo, ou não.

Luis disse...

Por falar em imperiais vou pegar na bicicleta e vou ao café, emborcar uma, adios.

May disse...

Cambada de invejosos, é o que é, não ligues, a mim acontece-me o mesmo. Continua que estás a fazer tudo bem.