sábado, 17 de janeiro de 2009

Macau


Quanto mais aprofundo o meu trabalho sobre aquela que já foi a minha cidade, aquele que já foi o meu território, mais saudades tenho. Dos lugares, dos cheiros, das caras e imagine-se daquela horrível humidade. Quando saía de casa de banhinho tomado, não durava nem 1 minuto até ficar toda pegajosa de suor. Lembro-me das pingas a escorrer pelas costas abaixo. Mas não cheirava mal. Era estilo sauna com cheirinho ao nosso gel de banho.

Gostava de poder um dia lá voltar não só como visita. É um estilo de vida que, primeiro estranha-se e depois entranha-se.

Ai! ai! Sonhar é bom. Recordar também.
Morava na rua ao lado daquele edifício branco que se dá pelo nome de Leal Senado.

1 comentário:

Maldonado disse...

Deve ser um território muito bonito. Espero que a actual administração chinesa não o tenha estragado...
Conheci algumas pessoas que lá viveram e todas elas guardam boas recordações. :)